Você sabe como escolher um software de automação de vendas de forma eficiente? Todo varejista já sabe (ou deveria saber) que os softwares de gestão são ferramentas fundamentais para o sucesso de um negócio e suas frentes de atuação. Entretanto, para que isso seja realidade, é preciso evitar alguns erros que comprometem seu desempenho.

Uma ferramenta de automação de vendas, quando bem selecionada, apresenta diversos benefícios para o negócio. Entre eles, a redução de erros, facilidade no controle de estoque, aumento da produtividade e até mesmo ganho de satisfação e fidelização dos clientes no ponto de venda.

Porém, com a popularização dessas soluções no mercado, é muito comum ficar com dúvidas sobre como selecionar uma para o seu negócio. E não se engane: decisões erradas nesse momento podem ser catastróficas e resultar em mais prejuízos do que ganhos.

Pensando nisso, colocamos abaixo 7 erros que você não deve cometer quando escolher um sistema de automação de vendas para o seu negócio. Confira!

1. Ser resistente a mudanças

O primeiro erro nesse processo é se manter resiste a mudanças, fazendo sua escolha baseada nas possíveis alterações que o sistema vai resultar na organização — sendo contrário a elas. 

A realidade é que muitas pessoas não gostam de mudar suas atividades e processos. Por esse motivo evitam as ferramentas que apresentam alterações mais drásticas e exigem novos treinamentos e aprendizados. 

Porém, optar por um sistema que não transforma seu processo de venda na melhor versão que ele pode ter é apenas uma forma de perder dinheiro. Nesse caso, os resultados serão apenas superficiais e a empresa não vai aproveitar todos os benefícios que a adoção dessa solução apresenta.

2. Não avaliar as reais necessidades do negócio

Outro problema muito comum é não avaliar as reais necessidades do negócio antes de escolher um sistema de automação de vendas. Isso faz com que a empresa acabe investindo em algo que não ajuda em todos os seus problemas na gestão.

O ideal é que seja feita uma análise minuciosa sobre todas as necessidades do negócio, compreendendo quais processos precisam ser melhorados e suas prioridades. Para isso, reúna o time e questione sobre quais atividades eles possuem mais dificuldade em realizar e que poderiam ser feitas com ajuda de uma ferramenta de automação. 

Por exemplo, um problema comum no varejo é a gestão de filas nos caixas que incomodam os clientes e pressionam o atendente a trabalhar mais rápido, o que pode resultar em erros. Dessa forma, um sistema de automação que apresente uma frente de caixa seria importante, resolvendo todos esses problemas de uma única vez.

3. Focar apenas no preço

Você provavelmente conhece aquela frase “o barato sai caro”, não é mesmo? Em casos de solução de software, ela também funciona e o caro é “muito caro”. Soluções muito baratas tendem a custar mais no longo prazo, apresentando defeitos, inconsistências e problemas que comprometem seu resultado.

O ideal é optar por uma ferramenta que atenda suas necessidades, seja confiável e apresente o melhor custo-benefício entre todas as opções. Faça uma análise de aderência para escolher um sistema personalizado para o seu negócio e que, mesmo custando mais caro que outras opções, seja garantia de melhores resultados.

4. Não pensar no longo prazo

Quando contratamos uma solução de software é fundamental pensar no longo prazo. Normalmente, o contrato com seu fornecedor será de, no mínimo, um ano e não é comum querer passar por um processo de mudança com frequência.

Um bom sistema de automação de vendas apresenta boas garantias para o futuro, como atualizações de software, novas funcionalidades e aumento da capacidade de atendimento. O ideal é trabalhar com uma empresa que esteja preparada para as adversidades do mercado e consiga se adaptar junto com o seu negócio.

5. Optar por um sistema sem suporte

Um dos principais erros cometidos pelos varejistas na escolha de um software de automação de vendas é não se preocupar com o suporte oferecido pela empresa contratada. 

Imagine a seguinte situação: você possui um restaurante, é dia dos pais e seu sistema de caixa para de funcionar no meio do horário de almoço. Se seu fornecedor apresenta um suporte de qualidade, com atendimento durante todo o horário comercial e 7 dias na semana, o problema pode ser resolvido rapidamente e o tempo parado não afetará suas vendas.

Agora, se o suporte do fornecedor não atende aos finais de semana e não possui um time preparado para solucionar o problema, você perderia um dos melhores dias de vendas do estabelecimento, frustrando seus clientes e reduzindo sua lucratividade. Percebeu a importância do suporte?

6. Escolher uma solução genérica

Como falamos, existem no mercado diversas opções de soluções para softwares e sistemas de automação. Entre elas, estão ferramentas mais simples, outras mais robustas, algumas focadas e especializadas em segmentos específicos e muitas com funcionalidades genéricas.

O erro na escolha é optar por um sistema genérico que não atende um segmento específico. Isso porque essa solução não foi desenvolvida pensando nas necessidades do seu negócio e provavelmente não vai se adequar da melhor maneira a ele.

Empresas que desenvolvem um sistema direcionado tendem a compreender melhor o segmento em que atuam, fazendo suas melhorias, atualizações e serviços com o objetivo de solucionar os desafios dessa área. Por isso, garantem mais eficiência e satisfação para seus clientes.

7. Não avaliar as garantias dos fornecedores

Por fim, não cometa o erro de escolher um fornecedor apenas por informações encontradas em seu site, sem negociações ou uma conversa mais aprofundada com atuais clientes. O ideal é sempre conferir se o sistema atua como deve e se realmente vai atender às suas necessidades.

Fica evidente que escolher um sistema de automação de vendas não é um processo simples. É necessário se atentar aos desafios que comprometem o resultado dessa decisão e lidar com eles com um bom planejamento. 

Não se esqueça de escolher um sistema especializado no varejo e no seu tipo de negócio, com um suporte de qualidade que garanta sua segurança em qualquer momento. Além disso, sempre avalie as garantias oferecidas pelo fornecedor e tome sua decisão baseada em custo-benefício.

Agora que você já sabe como escolher um sistema de automação de vendas sem problemas, acha que é o momento de fazer esse investimento? Então acesse o site da Rcky e conheça uma solução especializada no assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.