Você já pensou em adaptar os seus negócios para o comércio eletrônico? Você sabia que comércio eletrônico é um dos segmentos que mais cresce no Brasil, apesar da instabilidade econômica provocada pela pandemia?

Segundo um relatório da NeoTrust o e-commerce cresceu 22,7% em 2019, alcançando um faturamento de R$ 75,1 bilhões e o número expressivo de 178,5 milhões de compras através dos meios digitais.

Para os próximos anos, a expectativa é de que o e-commerce continue crescendo e que as pessoas procurem cada vez mais pela comodidade de comprar e buscar os melhores preços sem precisar sair de casa e visitar várias lojas.

Além dos números expressivos do setor, precisamos destacar que o comércio eletrônico pode ser uma saída para empresas que estão com suas lojas fechadas devido ao isolamento social.

Sendo assim, preparamos este artigo com 5 dicas para você adaptar os negócios da sua empresa para o comércio eletrônico, você não pode perder!

1.Definição e compra de um domínio

O primeiro passo para você que pretende apostar no comércio eletrônico é a compra de um domínio.

O domínio nada mais é do que o endereço eletrônico da sua loja, como por exemplo: minhalojavirtual.com.br.

Para comprar o domínio ou o futuro endereço da sua loja virtual, escolha um fornecedor de domínios, existem vários deles na internet, como o Hostgator e o LocaWeb. Em geral estes domínios são pagos anualmente.

2. Escolha da plataforma de comércio eletrônico

O segundo passo é selecionar uma plataforma de comércio eletrônico para montar a sua loja.

Até alguns anos atrás um dos maiores custos para a montagem de um comércio eletrônico estava relacionado a construção e manutenção do site. Afinal, era necessário criar a plataforma do zero com o investimento em várias horas de programação junto a empresas e profissionais especializados.

No entanto, nos dias atuais, este custo foi reduzido significativamente, através de empresas que comercializam plataformas prontas para comércio eletrônico.

Sendo assim, basta uma rápida pesquisa na internet comparando preços e funcionalidades para escolher a sua. Dentre as mais conhecidas, podemos citar:

  • Magento
  • Woocommerce
  • PrestaShop
  • Nuvemshop

Durante a sua escolha, esteja atento a algumas funcionalidades importantes como a integração com marketplaces, como o mercado livre e meios de pagamento como o Mercado Pago e a PagSeguro.

Após acessar a sua plataforma de comércio eletrônico comece a realizar as configurações necessárias para colocar a sua loja no ar, insira nas configurações da plataforma o domínio que você adquiriu anteriormente, configure as opções de pagamento, formas de entrega e todo o layout e as cores da loja.

Por fim, inicie o cadastro de produtos com imagens de boa qualidade e alta resolução. Vale destacar que quanto maior for o portfólio de produtos e a organização e apresentação da loja, maior o grau de confiança passado para os consumidores.

3. Escolha e organize os serviços de entrega

Por se tratar de um comércio eletrônico você poderá vender não apenas para a sua região, mas também para todo o Brasil. Logo, é muito importante montar uma logística eficiente de entregas.

É muito importante que a entrega de cada pedido efetuado na sua loja seja ágil e segura, por isso contrate empresas especializadas para a entrega dos produtos e se possível que lhe ofereçam seguro contra possíveis extravios e danos às mercadorias, devido a má condições de transporte.

O ideal é que você ofereça aos seus cliente mais de uma opção de entrega. Para isso, você pode firmar contratos com os Correios e também com uma transportadora de sua confiança.

Ao fechar o contrato, considere também os custos de entrega para que eles não onerem demasiadamente o seu comércio eletrônico. Afinal, caso os custos com frete sejam elevados, isso pode afastar clientes da sua loja.

Vale destacar, que atualmente muitas lojas investem em campanhas que oferecem frete grátis à partir de determinado valor em compras.

4.Contrate um sistema de gestão completo com funcionalidade que permita a emissão de NFe

Para cada venda realizada através da internet você precisará emitir uma nota fiscal que obrigatoriamente deve acompanhar as mercadorias durante o transporte.

No entanto, as plataformas de comércio eletrônico não contam com esse tipo de funcionalidade. Por isso, caso você ainda não tenha um sistema, providencie o quanto antes.

Um sistema de gestão completo, precisa ajudar você no faturamento dos pedidos, ou seja, na emissão das notas fiscais, como também no controle de estoques e na consulta de relatórios e informações importantes sobre os resultados do negócio.

Por falar em estoque, você precisará manter um controle eficiente sobre cada mercadoria em estoque para não correr o risco de vender através do comércio eletrônico, algo que você não tenha disponível para entrega.

Na hora de controlar o estoque da sua loja virtual, faturar suas vendas e acompanhar a gestão dos negócios conte com a RCKY, nós temos uma solução completa para o seu negócio e podemos te ajudar! Entre em contato conosco agora mesmo, clicando aqui!

5.Invista no marketing digital

Por último, mas não menos importante, você precisará investir no marketing digital.

O marketing digital é composto por estratégias de marketing especialmente voltadas para resultados na internet.

É muito importante, por exemplo, investir em redes sociais, como Instagram, Facebook e Youtube, além também de pensar em estratégias que contribuam para o melhor posicionamento do seu comércio eletrônico no Google.

Para entender mais sobre o marketing digital e a importância de algumas estratégias para o sucesso de um comércio eletrônico, recomendamos que você procure uma boa agência de marketing digital!

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu através de 5 dicas como adaptar a sua loja para o comércio eletrônico e começar a faturar com as vendas online!

Agora você já sabe que precisa seguir os seguintes passos:

  • Definir e comprar um domínio
  • Escolher uma plataforma de comércio eletrônico
  • Escolher e organizar os serviços de entrega
  • Contratar um sistema de gestão
  • Investir no marketing digital

Não perca mais tempo, comece a faturar com o comércio eletrônico e expanda os seus negócios!

O que você achou deste conteúdo? Ficou alguma dúvida? Nos envie seus comentários, a equipe RCKY está aqui pronta para ajudar você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.