Abrir um restaurante é o sonho de muitos empreendedores. No entanto, enquanto saber fazer uma boa comida é um requisito básico, como fica o controle financeiro do negócio?

Na maioria das vezes, toda a questão financeira fica relegada a segundo plano, o que acaba fazendo com que o empresário passe por dificuldades que ele não precisaria passar.

Mas visto que ninguém é ensinado a como ser um empreendedor, escrevemos este artigo ensinando como fazer um controle financeiro “redondo” no seu restaurante. Vamos lá?

Inicie seu negócio com um plano de negócios

A melhor forma de conseguir ter um controle financeiro eficiente no seu restaurante é começando ele do jeito certo. E o jeito certo de começar é com um plano de negócios.

A maioria dos empreendedores começa os seus empreendimentos de forma desorganizada e com pouco ou nenhum planejamento. E isso os torna muito suscetíveis a imprevistos.

Por isso, se você está pensando em abrir um restaurante e quer evitar problemas, planeje muito bem antes de sair investindo o seu dinheiro.

Em contrapartida, não é porque o restaurante começou sem um plano de negócios que isso signifique que não dê para melhorar a situação financeira geral da empresa.

Porém, sem um planejamento inicial, é necessário rever algumas questões e se atentar a alguns pontos no futuro. São as nossas próximas recomendações.

Identifique e separe os custos

Para melhorar o controle financeiro do seu restaurante é fundamental que o empreendedor identifique todos os custos do seu negócio, separe-os e classifique-os.

Em uma primeira análise já será possível perceber a quantidade de recursos financeiros usados em questões que pouco contribuem com a qualidade do serviço do restaurante.

Evidentemente que não é possível ou praticável zerar qualquer tipo de gasto, no entanto, otimizá-los para que eles sejam feitos com mais eficiência, é sim.

Inclusive, essa otimização de gastos está muito relacionada com o corte de uma série de despesas que é possível perceber como sendo desnecessárias.

Controle o fluxo de caixa

Muitas empresas, acabam funcionando muitas vezes de forma instintiva ou automática.

Não é incomum, por exemplo, que os gestores ou o gestor, não saiba muito bem para onde o dinheiro da empresa está indo.

Portanto, para ter um controle financeiro redondo é absolutamente necessário controlar o fluxo de caixa da empresa. Em outras palavras, controlar o dinheiro que entra e sai.

Inclusive, é muito importante que o empresário ou gestor se faça essas perguntas:

  • O dinheiro que entra no restaurante é maior que o dinheiro que sai?
  • O restaurante tem alguma outra fonte de renda além do seu serviço principal?
  • O faturamento do restaurante sozinho é o suficiente para pagar as despesas?
  • É possível aumentar a receita e diminuir os gastos?

A melhor forma de responder essas questões, por sua vez, é controlando o fluxo de caixa e, com isso, obtendo um melhor controle financeiro.

Gerencie o estoque

O estoque é um dos principais problemas que todo restaurante tem. Mas não só restaurantes, comércios em geral tem dificuldade com isso.

O fato é que o estoque trata-se de uma área complexa e cheia de dados que precisam ser vistos com minúcia, caso contrário o empresário pode amargar prejuízos.

Dependendo do negócio, controlar o estoque pode ser altamente trabalhoso e tomar um tempo gigantesco. Com restaurantes também é complicado.

Por outro lado, não se pode deixar de lembrar que hoje em dia existem inúmeras soluções, de programas para controlar o estoque de uma empresa, o que pode facilitar e muito a vida dos donos de restaurantes, e também funcionários.

Controlar o estoque corretamente, é uma das melhores formas de criar economia no seu restaurante, otimizando as compras e se planejando com antecedência.

Precifique os seus pratos corretamente

Algo que o empresário não pode se esquecer para ter um melhor controle financeiro, é sobre como a precificação correta do cardápio faz toda a diferença.

Cobrar barato demais nos pratos servidos do seu restaurante, pode até servir para atrair mais clientes, mas o lucro pode acabar não compensando os gastos logísticos.

Por outro lado, cobrar caro demais, eventualmente irá afastar as pessoas. Então, a questão fica sendo: como saber o quanto cobrar? Existem algumas formas:

  • Analisar a concorrência para saber os preços que ela pratica;
  • Calcular os custos diretos e indiretos para o funcionamento do restaurante;
  • Considerar a qualidade do atendimento e do ambiente.

Com estes dados em mãos se torna mais fácil estipular um valor realista e competitivo, que não só poderá atrair as pessoas, mas gerar lucro.

Terceirize o que for possível

Muitos empresários, incluindo donos de restaurantes, possuem a ilusão de que todos os seus colaboradores precisam que estar registrados por meio da CLT. Mas isso não é verdade.

Para um pequeno dono de restaurante, pode ser muito construtivo e econômico terceirizar determinadas funções ou mesmo contratar colaboradores autônomos.

Por outro lado, é importante respeitar o bom senso e escolher uma boa empresa para fornecer funcionários, afinal, por mais que a terceirização de alguns colaboradores resulte em economia, se mal contratada pode resultar em um serviço ruim e colaboradores insatisfeitos.

Peça o auxílio de uma contabilidade especializada

Por fim, a melhor forma de conseguir seguir todas as recomendações que demos até aqui neste texto é usando os serviços de uma contabilidade especializada.

A verdade é que muitos empresários subestimam a importância que uma contabilidade pode ter para a prosperidade de um negócio.

Inclusive, muitos empreendedores acreditam erroneamente que contadores servem apenas para abrir uma empresa e regularizá-la. Mas uma contabilidade pode fazer muito mais.

Quando falamos de um restaurante, contar com o auxílio de uma contabilidade é fundamental, ainda mais se o controle financeiro é almejado.

Entre os serviços que uma contabilidade pode oferecer ao empresário que quer abrir um restaurante, estão:

  • Apuração de impostos;
  • Auxílio com questões trabalhistas;
  • Planejamento tributário e financeiro;
  • Auxílio no gerenciamento de estoque;
  • BPO Financeiro;
  • Entre outros.

Se por sua vez, o empresário dono do restaurante não tem que se preocupar com estas questões, fica mais fácil investir onde realmente importa: na prestação do serviço.

Por fim, conte com as soluções em gestão e automação comercial da RCKY.

A RCKY desenvolve soluções completas para a gestão do seu negócio, incluindo controle financeiro, controle de caixa, controle de estoque, dentre outros.

Para saber mais, clique aqui e entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.