Uma gestão de qualidade é fundamental para o bom desempenho de qualquer empresa, especialmente aquelas que atuam no varejo, visto que é um ambiente mais dinâmico e concorrido. Por esse motivo, é importante adotar métricas e indicadores de desempenho que contribuam com o processo de tomada de decisão e formação de estratégias mais eficientes.

Quando feito de forma correta, esses indicadores de desempenho representam maior convicção para a tomada de decisão e, consequentemente, elevam os resultados, tornando o negócio mais competitivo. Além disso, sua adoção é uma tendência importante para o mercado como um todo.

Pensando nisso, trouxemos abaixo as principais informações sobre indicadores de desempenho, mostrando quais deles devem ser mensurados e como fazer isso de forma eficiente. Acompanhe!

O que são indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho — ou Key Performance Indicators (KPI’s) —, são ferramentas de gestão que auxiliam a tomada de decisão e avaliação da atuação de um negócio no mercado. Para tal, os indicadores possibilitam realizar a mensuração e acompanhamento de resultados de elementos-chave de performance.

Neste sentido, eles podem ser compreendidos como parte essencial do processo de gestão, usados para facilitar decisões e garantir resultados mais otimizados e superiores no mercado.

Quais os principais dentro de uma empresa?

Existe uma variedade enorme de indicadores de desempenho que podem ser acompanhados nas empresas. O ideal é que cada negócio escolha aqueles de maior importância para suas decisões, seguindo o mercado em que atua. Abaixo, colocamos uma seleção de 6 que são muito usados, independentemente de tamanho ou segmento de negócio. Confira!

1. Vendas

O resultado principal de qualquer empresa é sua receita, ou seja, o valor das vendas feitas dentro de um período. O ideal é que esse valor seja cada vez maior e supere os gastos do negócio, resultando em lucratividade para o empreendedor.

Neste sentido, um indicador de desempenho importante é o total de vendas do estabelecimento. Ele pode ser avaliado de diferentes formas, tais como:

  • por período — diário, semanal, mensal, no trimestre, semestre ou anual;
  • pelo mix de produto — item ou categoria;
  • pela equipe de vendas — por profissional ou time.

Esta prática permite avaliar questões como a presença de sazonalidade e quais produtos são mais importantes para o bom desempenho financeiro da empresa. Além disso, pode ser usado como o indicador de que alguns profissionais precisam ser treinados ou movimentados quando não apresentam bom desempenho.

2. Ticket médio

ticket médio indica o valor médio gasto por cada cliente durante uma compra. Ele é dado pela divisão do valor total da receita de um período pelo total de vendas ou transações feitas no mesmo período.

Com base neste indicador, é possível entender se a empresa está oferecendo seus produtos de forma eficiente e apresenta uma venda de valor médio parecida com o do mercado ou se ações podem ser tomadas para aumentar esta medida.

O ticket médio pode ser avaliado por vendedor, por período e por categoria de produtos. Esta informação ajuda a compreender quais colaboradores apresentam uma estratégia de vendas de maior valor, quais categorias são mais vantajosas e quais períodos apresentam melhor resultado financeiro para o negócio.

3. Lucratividade

Outro indicador de desempenho avaliado em qualquer empresa é a lucratividade. Ela é estabelecida pelo percentual de lucro do negócio dentro de um período, ou seja, o quanto o negócio recebe pelas vendas após os gastos serem retirados do valor de receita.

Quanto mais lucrativo o negócio, melhor é a sua saúde financeira e mais estável sua a gestão, uma vez que existe segurança de capital de giro para investimentos necessários, como reformas e novas contratações.

Este indicador também pode ser mensurado por período, profissionais, equipes e produtos. Este último permite que a empresa identifique quais elementos do mix podem resultar em baixos ou nenhum ganho para o negócio, tomando decisões estratégicas que visem aumentar a margem de lucro.

4. Produtividade

A produtividade é um indicador de desempenho interno que indica o quanto os profissionais estão entregando comparado ao potencial de entrega de cada um. Para ficar mais claro, imagine um profissional que realiza ligações de vendas e que possui um histórico de 30 chamadas no dia, mas atualmente realiza apenas 15. Isso significa que sua produtividade está em 50% da capacidade, havendo margem para que seja mais produtivo.

Este indicador é importante para acompanhar a performance dos profissionais e garantir que ela esteja sempre próxima de sua capacidade. Para isso, é indicado investir em um ambiente de trabalho de qualidade, oferecer benefícios compatíveis com suas responsabilidades, bem como treinamentos e eventos de capacitação, visto que estes fatores também contribuem para a alta ou baixa rotatividade de colaboradores.

5. Qualidade

A qualidade é mensurada pelo percentual de erros ou falhas nos itens vendidos que resultam em trocas e perdas para a empresa. Quanto maior a ocorrência destes problemas, menor a qualidade do negócio e sua oferta ao mercado.

Para garantir que a qualidade esteja dentro do mínimo esperado, é indicado que a escolha de fornecedores seja feita de forma eficiente, garantindo parceiros que tenham credibilidade no segmento.

Além disso, é importante que os profissionais sejam bem treinados e preparados para realizar os processos de produção de forma correta, evitando erros que comprometem a qualidade dos produtos — como etiquetas trocadas, embalagens abertas e danificadas etc.

6. Satisfação dos clientes

Por fim, outro indicador de desempenho utilizado no mercado é a satisfação dos clientes, mensurada por meio de pesquisas e avaliações da empresa. Nessas pesquisas são consideradas a qualidade dos produtos e serviços, além da estrutura de atendimento e experiência de compra oferecida.

O índice de satisfação influencia diretamente na fidelização e retenção de clientes, portanto, é importante que ele se mantenha alto e acima da média da concorrência. Para isso, é indicado que a empresa invista em ações de relacionamento e garanta a qualidade esperada em suas ofertas.

Como mensurar indicadores de desempenho?

O acompanhamento de indicadores de desempenho pode ser feito de diferentes formas, sendo que o meio mais prático e confiável é através de softwares de gestão. Essas ferramentas automatizam a coleta e a análise de dados, fornecendo uma ampla gama de indicadores para o negócio, que podem ser usados na tomada de decisão de forma mais prática e ágil.

Além disso, a adoção de uma ferramenta vai de encontro com as tendências trazidas pela transformação digital do mercado, que está cada vez mais em foco. Neste sentido, ela se torna um investimento necessário para acompanhar a concorrência e sua modernização.

Agora que você já sabe o que são é como mensurar indicadores de desempenho, confira mais informações sobre um sistema de automação e como escolher essa ferramenta para o seu negócio!​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.