Antes de pensar no aroma e sabor dos seus pratos, para você montar uma pizzaria, é preciso muito planejamento, e uma parceria segura na área contábil.

Afinal, você precisará de todo o foco para conquistar clientes, e ainda superar a concorrência. Para isso, confira a seguir como ter sucesso no ramo!

Antes de conquistar seus clientes pelo paladar, você precisa ser um ótimo empreendedor.

Para isso, conte com algumas dicas de ouro para montar uma pizzaria de forma rentável e segura. Afinal de contas, a concorrência é apenas mais um problema a ser resolvido.

1. Plano de negócios

Assim como em qualquer negócio ou empreendimento, montar uma pizzaria exige um plano de negócios sólido.

Pois ele vai ajudar você a mensurar todas as etapas de execução do seu negócio, como por exemplo:

  • Estratégias de marketing;
  • Fornecedores e parcerias;
  • Formas de entrega;
  • Diferencial;
  • Público alvo;
  • Gastos fixos;
  • Dentre outros fatores.

2. Qual tipo de atendimento irá oferecer

Para você entender como funciona e como ganhar dinheiro ao montar uma pizzaria, primeiro é preciso definir por qual modelo de atendimento irá optar.

Pois cada tipo tem suas vantagens e características, mas tudo precisa ser eficaz para atender seus clientes da melhor forma possível. Veja a seguir os mais populares:

  • Rodízio;
  • À La Carte;
  • Franquia;
  • Delivery.

3. Equipamentos necessários ao montar uma pizzaria

Assim que você definir seu modelo de atendimento, ainda terá que fazer outra escolha. Neste ponto, antes de montar uma pizzaria, falamos sobre qual tipo de forno será utilizado para preparar e agilizar os pedidos. No geral, os modelos mais comuns no mercado são:

  • Forno pré-moldado;
  • A gás;
  • Forno industrial;
  • À lenha;
  • Forno elétrico;
  • Forno de esteira.

Ainda assim, você precisa investir também em outros equipamentos que são essenciais a quem deseja montar uma pizzaria. Então, confira a lista que criamos para lhe ajudar:

  • Fogão;
  • Processador de alimentos;
  • Máquina para fatiar frios;
  • Geladeira e freezer;
  • Mesas e cadeiras;
  • Utensílios diversos;
  • Panelas e demais acessórios.

4. Localização ao montar uma pizzaria

Depois de pensar no interior, vamos pensar no lado de fora do estabelecimento. Neste caso, a questão é sobre a escolha do ponto comercial.

De qualquer forma, mesmo que não possa investir muito ao montar uma pizzaria, você pode começar na sua própria casa.

Contudo, lembre-se de que também é preciso respeitar regras de vigilância sanitária. Em contrapartida, se o recurso financeiro é alto, procure escolher pontos próximos a importantes vias de acesso. Afinal, isso facilita até mesmo a rota de entregas.

Ainda assim, esses pontos são ótimos para pizzarias delivery sem mesas para consumo local. Na prática, a localização também ajuda os clientes a realizarem retiradas diretas no balcão.

No entanto, para montar uma pizzaria tradicional e salão de atendimento, fique atento a dois fatores: caso seu restaurante seja no modelo rodízio, invista em bairros com grande fluxo de pessoas, como aqueles próximos ao centro da cidade.

Por outro lado, modelos de pizzaria a la carte conseguem ter bons resultados até mesmo em locais mais tranquilos.

5. Diferencial competitivo

Enfim, para garantir uma clientela mais satisfeita, pense sempre em investir nos diferenciais. Afinal, é preciso ganhar destaque em relação aos concorrentes.

Desse modo, vale a pena investir em entregas mais rápidas, e até mesmo na contratação de mais entregadores.

Além disso, vale ainda montar uma pizzaria com sabores e produtos novos. Uma dica certa é criar bonificações aos clientes, nos dias de semana com movimento menor. De qualquer forma, o importante é apresentar vantagens frente à concorrência.

Outra dica é priorizar o atendimento familiar, que oferece cuidados especiais e aquele clima mais intimista. Neste caso, a alternativa é criar uma decoração à parte, que garanta um clima agradável e hospitaleiro.

Do mesmo modo, também é possível ter como diferencial, servir clientes que tenham restrições alimentares.

Neste caso, criar receitas direcionadas a adeptos do vegetarianismo e veganismo, visto a crescente demanda dos últimos anos, é uma boa ideia. Lembre-se ainda que existem clientes com intolerância ao glúten e derivados do leite.

Então, faça pesquisas e contrate um chef que crie delícias para cada necessidade.

6. Oferecer um atendimento de qualidade

Após definir um cardápio de dar água na boca, note que tão importante quanto o menu é preparar toda a sua equipe. Especialmente os funcionários que atuam no atendimento.

Afinal, ao montar uma pizzaria, eles são os primeiros a entrarem em contato com os clientes.

Sendo assim, invista em treinamentos constantes, tanto para serem atenciosos quanto para serem eficientes. Dessa forma, cada cliente será fidelizado, e ainda faz com que eles indiquem a sua pizzaria para os demais amigos e familiares.

Ainda sobre o atendimento, note que ele também é realizado por quem faz contato via aplicativos.

Neste caso, o pessoal que atua diretamente com o cliente via Chat, Whatsapp, Messenger e na área de delivery também deve receber treinamento.

7. Estratégias de marketing

Para que a sua pizzaria cresça em volume de atendimentos e vendas, investir nas redes sociais é atualmente um fator essencial.

As principais redes sociais, como o Facebook e o Instagram, já reúnem milhões de usuários no Brasil. Sendo assim, você já pensou na visibilidade que boas estratégias de marketing, podem gerar para o seu negócio?

Investir no marketing digital por meio das principais redes sociais é relativamente simples e gera excelentes resultados, difícil é encontrar pessoas que não utilizam diariamente suas redes sociais e pizzarias lucrativas que não marcam presença nestas redes.

Interaja com o público, comente, curta, compartilhe, divulgue fotos dos seus pratos, crie promoções e também bons stories. São muitas as possibilidades para impulsionar os seus negócios por meio das redes sociais.

8. Software de gestão

Agora que você conseguiu montar uma pizzaria, é hora de implementar uma administração eficiente para ela começar a dar lucro.

Em primeiro lugar, contrate uma assessoria contábil para tudo andar conforme as leis e a Receita Federal.

A seguir, invista em um software de gestão para pizzarias, que pode ajudar você a melhorar até mesmo a forma de atendimento.

Além do mais, com esse sistema de gestão, você acompanha todas as demais etapas de trabalho dentro do seu negócio, automatizando áreas como:

  • Controle de delivery;
  • Vendas e pedidos;
  • Controle de caixa e estoque;
  • Emissão de nota fiscal;
  • Pagamentos online.

Por fim, esperamos que você coloque em prática todas as dicas que a RCKY listou aqui nesse conteúdo e que assim a sua pizzaria cresça como nunca!

No entanto, queremos ajudar ainda mais e fazer parte do sucesso dos seus negócios. Por isso, gostaríamos de apresentar a você uma solução completa para gerenciamento de pedidos, controle de caixa, emissão de cupons e notas fiscais, controle de estoque e muito mais!

Conheça a solução de automação comercial para pizzarias da RCKY!

Clique aqui para falar com um de nossos consultores, e veja uma demonstração sem compromisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.