Uma das principais preocupações de qualquer empresa é manter seu ambiente interno produtivo e eficiente. Para isso, é importante buscar por formas de otimização e direcionamento das atividades dos profissionais, como a metodologia GTD.

Usada para organizar melhor o tempo e a execução de tarefas nas empresas, essa metodologia é altamente eficiente e garante uma série de benefícios para qualquer negócio. Entre eles, o aumento da produtividade e maior satisfação interna entre os profissionais.

Quer saber mais sobre o assunto? Colocamos abaixo as principais informações sobre a GTD, mostrando como ela pode ser usada para otimizar o ambiente interno da sua empresa. Confira!

O que é a metodologia GTD?

A sigla GTD significa Getting Things Done — ou Fazendo as Coisas Acontecerem, em tradução literal para o português. Essa metodologia tem como objetivo aumentar a produtividade das pessoas, oferecendo um processo para que elas organizem seu tempo e façam suas atividades de forma eficiente.

Criada por David Allen, um renomado consultor e instrutor de produtividade, a metodologia foi introduzida ao mercado em 2001, no livro “Getting Things Done: The Art of Stress-Free Productivity“, vendido no Brasil com o título “A Arte de Fazer Acontecer – Estratégias para Aumentar a Produtividade e Reduzir o Estresse”.

Basicamente, ela apresenta um passo a passo para mudar o mindset sobre como lidar e executar atividades e projetos, garantindo menos estresse durante esse processo, bem como melhores resultados. Assim, ela pode ser aplicada tanto no ambiente de trabalho, como na vida pessoal.

Qual sua importância para a empresa?

Quando usada de forma correta, a metodologia GTD promove diversos benefícios no ambiente de trabalho. Entre eles, está o aumento da produtividade e a redução de problemas derivados do estresse, que impactam o número de atritos entre os profissionais, bem como na taxa de rotatividade dentro da equipe.

Assim, é possível dizer que a metodologia GTD é importante para minimizar custos do negócio, reduzindo os gastos com contratações e baixa produtividade. Além disso, ela promove um ambiente mais saudável, o que resulta em melhores entregas dos profissionais e aumento da competitividade no mercado.

Quais as etapas da metodologia GTD?

Segundo o livro de David Allen, a metodologia apresenta cinco etapas para organizar as atividades e projetos. São elas:

  1. coletar — avaliar fontes de informações para identificar atividades e tarefas em aberto;
  2. processar — avaliar as informações coletadas e determinar que tipo de atenção elas demandam, criando uma categoria para cada uma delas;
  3. organizar — aprofunde a análise dos itens e defina uma ordem lógica para sua elaboração, desenvolvimento e realização;
  4. revisar — avaliar todo o planejamento para garantir que ele faz sentido e está otimizado;
  5. executar — colocar em prática o plano e acompanhar resultados.

Esse processo pode ser utilizado para atividades em diversas situações, como em um dia de estudos, mudança ou no ambiente de trabalho, garantindo que mesmo com muitas coisas para serem feitas, a pessoa consiga se organizar e não sentir o peso de tanta responsabilidade.

Como implementar no meu negócio?

Para adotar a metodologia GTD na empresa, é indicado buscar por um profissional capacitado e oferecer treinamentos para os profissionais. Além disso, é indicado que os líderes das equipes dominem o conceito e incentive a organização de tarefas segundo os passos apresentados — para isso, pode-se buscar por ferramentas que suportam a prática.

Dessa forma, o mindset da empresa vai mudando com o tempo, facilitando a adoção e aplicação da metodologia de forma natural entre os colaboradores. Assim, seus benefícios podem ser aproveitados da melhor maneira.

Agora que você conhece a metodologia GTD e seus benefícios, entenda como otimizar tempo no trabalho e garanta um ambiente ainda mais produtivo para o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.