Como montar um minimercado? Essa é uma dúvida comum para aqueles que pretendem empreender nessa área.

Montar um mini mercado sem dúvida, pode render bons lucros para o empreendedor. No entanto, a depender da estrutura e do porte do estabelecimento o investimento inicial também pode ser alto.

Pensando em quem procura dicas sobre como montar um minimercado, a RCKY criou esse artigo.

Aqui, você conhecerá alguns passos importantes para montar um mini mercado, e o melhor, gastando pouco! Vamos conferir as dicas que separamos para o seu novo negócio?

Escolhendo a localização do mini mercado

Um dos primeiros passos quando o assunto é como montar um minimercado diz respeito a escolha da localização. Afinal, a localização costuma ser um fator decisivo para o sucesso de qualquer negócio.

Em geral, os mini mercados são instalados em bairros residenciais, local onde a demanda para esse tipo de estabelecimento costuma ser maior. O que pode ser uma boa notícia para quem pretende montar um minimercado gastando pouco.

Afinal, nas áreas predominantemente residenciais é possível encontrar pontos comerciais para locação a um custo em geral significativamente inferior ao cobrado em áreas comerciais e de grande circulação de pessoas.

Além disso, em alguns casos o empreendedor consegue aproveitar um espaço disponível no próprio terreno da sua casa para montar e adaptar um pequeno mini mercado. Muitas vezes, a área que seria destinada a garagem pode ser transformada em um mini mercado, gerando economia em relação a um possível aluguel.

A estrutura para montar um mini mercado

A estrutura costuma pesar no bolso de quem pretende montar um mini mercado, afinal inevitavelmente será preciso investir em prateleiras, balanças, refrigeradores, freezers e balcões check out.

No entanto, para aqueles que pretendem gastar pouco montando um minimercado, existem algumas soluções econômicas.

Lembre-se de que você está apenas começando, e portanto, não precisa necessariamente investir em “luxo”, logo podemos deixar alguns investimentos para o futuro!

Veja algumas dicas sobre como montar um mini mercado gastando pouco com estrutura:

Prateleiras: Para não precisar investir pesado com a aquisição de prateleiras, uma boa opção é comprá-las de segunda mão. Para isso, basta uma rápida pesquisa em sites de compra e venda como o Mercado Livre ou a OLX.

Uma outra opção é procurar por antigos minimercados e supermercados que deixaram de funcionar na sua região. É provável que muitos deles ainda tenham prateleiras e gôndolas para vender a um preço interessante.

Balanças: As balanças são essenciais para os mini mercados, afinal, produtos de açougue e hortifruti costumam ser vendidos a peso. Para economizar, nesse primeiro momento uma boa opção é inicialmente trabalhar com apenas uma balança, localizada no caixa da loja.

Freezers e refrigeradores: Freezers e refrigeradores também podem ser adquiridos de segunda mão, ou então, cedidos em consignação. É muito comum que alguns fornecedores, lhe cedam alguns refrigeradores em consignação, principalmente os fornecedores de bebidas.

Balcão: Se você ainda não tem condições de adquirir um balcão checkout, daqueles existentes nos grandes supermercados, uma boa opção é construir um balcão de madeira, como aqueles que existiam nas antigas mercearias de bairro. Saiba que eles ainda conseguem cumprir muito bem o seu papel, sendo muitas das vezes uma opção bastante econômica!

Como montar um mini mercado economizando com estoques

Para aqueles que pretendem descobrir como montar um mini mercado, saiba que seu maior investimento será com a aquisição de produtos e com a formação de estoques.

Sim. existe um custo para a locação e estruturação de um ponto comercial, mas o maior custo para a montagem de um mini mercado, está sem dúvidas nas mercadorias.

Para que um mini mercado possa fazer sucesso, é imprescindível que ele oferte ao público uma boa variedade de produtos, afinal, não há nada mais frustrante para os clientes do que encontrar prateleiras vazias ou então, não encontrar os produtos que desejava.

Sendo assim, antes mesmo de abrir o mini mercado, o empreendedor precisa se preocupar em montar um bom rol de produtos e garantir que suas prateleiras estejam sempre cheias.

No entanto, para oferecer variedade de produtos e ao mesmo tempo economizar, não se deve formar grandes estoques de cada produto. Compre apenas o suficiente para manter as prateleiras cheias.  Invista apenas na quantidade de produtos necessária para atender a demanda e preencher a frente de loja.

Além disso, quando o assunto são mercadorias para revenda, você também pode e deve negociar com fornecedores em busca de melhores preços e prazos para pagamento. Uma boa dica é realizar a cotação de um mesmo produto com fornecedores diferentes, sempre buscando por melhores preços e condições.

Negocie também bons prazos de entrega, com prazos maiores, você terá tempo para revender as mercadorias e fazer caixa, antes do vencimento dos boletos de compra.

Não contratar muitos funcionários no primeiro momento

Uma outra dica que pode fazer grande diferença para quem está pretendendo montar um mini mercado diz respeito a contratação de funcionários.

Como não é segredo para ninguém, manter funcionários nem sempre é uma tarefa fácil para o pequeno empreendedor, afinal, além do salário devido mensalmente, existem no Brasil elevados encargos que incidem sobre a folha de pagamento das empresas.

Sendo assim, para aqueles que estão começando, uma alternativa é contar com o apoio dos próprios familiares na organização e manutenção do negócio.

Abra seu mini mercado como MEI

Por falar em impostos, uma excelente alternativa para redução de custos, é começar o seu mini mercado como MEI.

O MEI, também conhecido como Microempreendedor Individual é um regime de tributação e regularização de empresas que permite ao pequeno empresário o pagamento mensal e em valor fixo de pouco mais que R$ 50,00 em tributos.

Com uma limitação de faturamento anual de R$ 81 mil, o MEI pode ser uma boa opção em termos de economia para que está apenas começando!

Gostou das nossas dicas sobre como montar um mini mercado gastando pouco?

Então, saiba que ainda não acabou!

Para ajudar você a montar o seu mini mercado, mantendo total controle sobre suas finanças, estoques, compras e vendas, a RCKY conta com sistemas completos de gestão para mini mercados com condições especiais. Não deixe de conferir!

Entre em contato conosco agora mesmo pelo telefone  (11) 3195-3640 ou pelo WhatsApp e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.