O número de empreendedores no Brasil não para de crescer, mas por falar em negócios, você sabe como montar ou já montou o seu plano de negócios?

Se por um lado temos números positivos que apontam para o crescimento do número de novas empresas, segundo o IBGE 6 em cada 10 empresas encerram suas atividades nos primeiros 5 anos de funcionamento. Mas, afinal por que isso acontece? Será que as ideias de negócios não são viáveis?

Certamente, a grande maioria das empresas que sobrevivem pouco tempo no mercado, não contavam com um plano de negócios bem estruturado. Diga-se de passagem, o estudo e a elaboração de um plano de negócios deve ser o primeiro passo a ser tomado por qualquer empresa.

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios é um documento que organiza e estrutura uma empresa ainda no papel. Como o próprio nome diz, é nesse documento que deve estar todo o planejamento para a futura empresa. Nele constam informações como:

  • Estudo de localização ideal e viabilidade do negócio;
  • Planejamento financeiro e definição do investimento necessário para abertura do negócio;
  • Estudo de concorrentes e definição do público alvo;
  • Definição de estratégias de marketing;
  • Definição de metas de curto a longo prazo;
  • Dentre outras informações.

Com base em todos esses dados, o empreendedor deve montar o plano de negócios e planejar a sua empresa antes de efetivamente colocá-la em funcionamento.

Por onde começar a montar um plano de negócios?

Com tantas informações, talvez você esteja um pouco perdido, mas não se preocupe, vamos ajudar. Para isso, montamos um passo a passo com as etapas mais importantes de um plano de negócios. Leia atentamente e coloque em prática cada uma delas. Vamos lá?

1.Estudo de localização ideal e viabilidade do negócio

O estudo de viabilidade é sem dúvida o primeiro passo a ser dado para o planejamento de qualquer empresa. Estudar a viabilidade de um negócio, nada mais é do que, avaliar as reais possibilidades para que as ideias de negócio efetivamente saiam do papel e gerem resultados.

Logo, é preciso definir por exemplo, qual o melhor local para instalação do novo empreendimento e se existe uma possível demanda a ser atendida pelos serviços ou produtos prestados pela empresa ao público presente naquela região.

Para facilitar o seu entendimento, vamos esclarecer melhor esse ponto, por meio de um exemplo:

Suponhamos que você esteja planejando montar um minimercado, qual seria a melhor localização para o seu negócio, onde ele seria mais viável? Em uma zona industrial, ao lado de um grande e já estabelecido supermercado ou em um bairro residencial não atendido por uma grande rede de supermercados?

Certamente, a melhor opção seria o bairro residencial não atendido por uma grande supermercado, não é mesmo?  Afinal, na zona industrial você não encontraria o seu público alvo e ao lado de um grande supermercado a concorrência seria grande demais.

Por outro lado, em um bairro residencial, sem grandes concorrentes, seu negócio tem muitas chances de crescer e gerar resultados consistentes, uma vez que seria possível unir uma boa demanda a ao mesmo tempo uma baixa concorrência.

2.Estudo de concorrentes e definição do público alvo

Por falar em concorrentes e público alvo, esses são dois aspectos super importantes e que também não podem ser deixados de lado em um bom plano de negócios.

Conhecer os concorrentes é um ponto essencial e muito importante para qualquer empresa. Logo, antes mesmo de entrar em funcionamento, elas precisam descobrir:

  • Quem são os seus maiores concorrentes;
  • Onde eles estão localizados;
  • Quais os preços praticados;
  • Quais os produtos e serviços comercializados;
  • Quem são os seus fornecedores;
  • Dentre outras informações.

Conhecer informações a respeito dos concorrentes, certamente será importante para ajudar você a conhecer melhor o mercado e até mesmo obter informações importantes para estruturar a nova empresa para concorrer com aquelas que já estão estabelecidas no mercado.

Mas, apenas estudar os concorrentes não é o suficiente. É preciso também, que a empresa defina, conheça e saiba exatamente quem é o seu público-alvo, ou seja, aquele grupo de pessoas que se pretende alcançar e que possuem grandes chances de se tornarem um cliente do negócio.

A definição do público alvo no plano de negócios será importante até mesmo para ajudar você a desenhar as estratégias de comunicação, divulgação e marketing do novo negócio.

3.Planejamento financeiro e definição de investimentos

Planejar financeiramente um negócio, é muito importante para que lá na frente tudo saia conforme o esperado. Para isso, é preciso definir qual o capital disponível para investir na nova empresa e quais serão os custos para colocar e manter a empresa em funcionamento até que ela comece efetivamente a gerar lucros.

No planejamento financeiro, leva-se em consideração o investimento necessário para montar toda a estrutura do negócio, como por exemplo:

  • Aluguel ou compra de um ponto comercial;
  • Reformas;
  • Aquisição de mobiliário e equipamentos;
  • Contratação de funcionários;
  • Dentre outras despesas.

Tudo deve estar descrito detalhadamente no plano de negócios, evitando assim, quaisquer imprevistos na área financeira que possam comprometer o negócio.

4.Definição de estratégias de marketing

Após realizar o estudo de localização, viabilidade e concorrência, definir o público alvo e planejar as finanças da nova empresa, é hora de definir quais serão as estratégias de marketing adotadas.

As estratégias de marketing serão fundamentais para que o novo negócio, se torne conhecido e alcance o público desejado, gerando negócios, resultados e consequentemente lucros.

Esquecido por muitos empreendedores, o marketing nem sempre recebe a atenção que merece, o que fatalmente é um grande erro. Afinal, como diria o ditado popular: “A propaganda é a alma do negócio!”

5.Definição de objetivos e metas de curto a longo prazo

Por fim, destacamos ainda, a importância da definição de metas de curto a longo prazo já no plano de negócios.

As metas e os objetivos são essenciais para medir a eficiência de qualquer negócio, são elas que dirão onde os negócios podem e devem chegar e onde eles estão no momento, ajudando o empreendedor a tomar decisões e contar com um norte, um caminho a seguir.

E então, você já elaborou o plano de negócios da sua empresa? Ainda não? Então não deixe de aproveitar todas as dicas listadas aqui nesse conteúdo. Continue também acompanhando o blog da RCKY, aqui você sempre encontra novidades e informações importantes para a gestão dos seus negócios!

Precisando informatizar a sua empresa? Então, antes de sair, conheça mais sobre o nosso  sistema de automação comercial e garanta a gestão completa dos seus negócios!

Com os sistemas da RCKY, você conta com:

  • Controle Financeiro;
  • Controle de Estoque;
  • PDV – Frente de Caixa;
  • Emissão de Nota fiscal;
  • Relatórios Gerenciais;
  • E muito mais!

Visite o nosso site ou agende uma demonstração sem compromisso com nossos, consultores pelo telefone: (11) 3195-3640 ou pelo WhatsApp!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.