Ser empreendedor não é uma profissão, é um estilo de vida. O empreendedor é aquele que tem uma ideia e consegue colocá-la em prática. São vistos como inovadores, aqueles capazes de enfrentar riscos em busca de soluções que movem o mundo.

Segundo um Relatório GEM Brasil (Global Entrepreneurship Monitor), o empreendedorismo é motivado por dois fatores: a necessidade e a oportunidade. O histórico brasileiro sempre mostrou o empreendedorismo motivado mais intensamente por necessidade. Entretanto, esse cenário tem se modificado nos últimos anos, com o crescimento do empreendedorismo por oportunidade.

No Brasil, cerca de 48 milhões de pessoas são empreendedoras. Isso representa 36% da população brasileira. Com tanta gente assim, é de se esperar que existem vários tipos de empreendedor, não é mesmo?

Você sabia que conhecer qual é seu estilo ajuda a entender melhor seu perfil e suas decisões? Por isso, vamos explicar alguns tipos de empreendedor mais comuns no Brasil para que você se encontre em algum deles.

Empreendedor Informal: o malabarista

Esse perfil de empreendedor é motivado pela necessidade. São pessoas que entram nesse caminho não por escolha, mas por circunstâncias que o deixaram sem renda e com dificuldades de ingressar no mercado de trabalho, como a perda de um emprego, mudanças familiares, entre outros motivos. Eles estão em busca de uma renda para garantir a própria sobrevivência.

Devido a essas circunstâncias, eles normalmente pensam no curto prazo e, por isso, não têm tempo de planejar seu negócio. Alguns desses empreendedores têm recorrido ao MEI (Micro Empreendedor Individual) para formalizar seu negócio.

Empreendedor Tradicional: o persistente

O empreendedor tradicional é aquele que, em busca de liberdade e autonomia, resolveu abrir seu próprio negócio e seguir em frente com ele.

Normalmente, são donos de restaurantes, de lojas, de salões de beleza, de oficinas mecânicas, entre outros estabelecimentos que auxiliam no funcionamento da comunidade. A maioria não possui formação acadêmica. Costumam utilizar sua experiência de vida para tocar o negócio.

Para esse tipo de empreendedor, o que vale são os resultados e a permanência do negócio. Por isso, eles se interessam por estratégias para aumentar as vendas e por planejamento financeiro. Além de fazer de tudo para que seu negócio prospere.

Empreendedor Pesquisador: o professor

Esse tipo de empreendedor é movido pelo gosto pelo aprendizado. Quer aprender algo novo em qualquer situação e tem sede pelo conhecimento. Está sempre atento às mudanças e inovações e pesquisa como pode aplicar isso ao seu negócio ou para criar novas soluções.

O empreendedor pesquisador busca a todo o momento novas possibilidades e estratégias para ajudar na evolução de seu negócio. Acredita que conhecimento é poder e, por isso, busca no aprendizado a estratégia de diferenciação para sua empresa.

Intraempreendedor: o que inova dentro da caixa

É possível ser empreendedor dentro de uma empresa que não é sua? A resposta é sim! Atualmente, muitas empresas têm buscado esse perfil de profissional por ele proporcionar novas ideias, estar sempre atento ao mercado, às inovações e às oportunidades de investimentos.

Os intraempreendedores ou empreendedores corporativos querem fazer a diferença dentro das empresas, utilizando todo seu talento e habilidade para identificar oportunidades valiosas para a organização a qual eles estão vinculados.

O principal objetivo dessas pessoas é o crescimento na carreira, conquistando promoções e ganhando status dentro das organizações em que atuam, mesmo sendo funcionários.

Empreendedor Serial: o sedutor

Ele não se contenta apenas com um negócio. Esse é o empreendedor que busca novas oportunidades e costuma investir. Ele normalmente entra como sócio em negócios onde há alguém que detém os conhecimentos específicos daquele mercado, mas que precisa de alguém que acredita no sonho e invista dinheiro.

O empreendedor serial é aquele que cria negócios em sequência. Sua paixão é o ato de empreender, é seu estilo de vida. Ele levanta toda manhã pensando em que poderia investir hoje. Assim, sua rotina consiste em identificar possibilidades de negócios a serem explorados.

O empreendedor serial ajuda na criação da empresa e investe em seu crescimento. Quando essa empresa alcança estabilidade, ele sente que é o momento de partir para a próxima aventura.

Os novos negócios fascinam esse tipo de empreendedor. Mesmo que ele não tenha nenhum conhecimento específico sobre o setor, se acredita que tem potencial de crescimento, isso já é suficiente.

Empreendedor Experiente: o conselheiro

Esses geralmente passaram por várias situações de sucesso e fracasso. São empreendedores que já seguiram um longo caminho até alcançar um negócio consistente.

Os empreendedores experientes são verdadeiros conselheiros e estão sempre dispostos a ajudar e contar sobre suas trajetórias. Com suas experiências de vida, eles aconselham empreendedores iniciantes acerca de várias fases do negócio. Além disso, dão dicas sobre como se preparar para enfrentar problemas como riscos, fracassos, entre outras situações.

Empreendedor Social: o inspirador

Muito tem se falado sobre o empreendedorismo social. É aquele que quer fazer algo bom por sua comunidade ou pelo mundo de forma geral e, como consequência, quer ganhar dinheiro fazendo o bem.

Normalmente é jovem, com formação acadêmica e que trabalha em equipe e divide com seus parceiros os mesmos valores que sustentam o negócio. Ele tem como objetivo melhorar a vida das pessoas a seu redor.

No Brasil, conhecemos muitas iniciativas de empreendedorismo social, como o Programa Gerando Falcões, desenvolvido na periferia de São Paulo.

Esses empreendedores são movidos pelo desejo de transformação social e pela vontade de inspirar as pessoas, seja por meio da inclusão social, da promoção da cultura popular, da melhoria da qualidade de vida e do desenvolvimento comunitário.

O que podemos perceber com a listagem desses tipos de empreendedor é que todos têm algo em comum: buscam ser bem-sucedidos no ramo em que atuam e construir uma história de sucesso. Eles querem deixar um legado e conquistar sua autonomia financeira. Além disso, gostam de ter liberdade para poder colocar suas ideias em prática.

E você? Encaixa-se em qual dos tipos de empreendedores que apresentamos? É importante deixar claro que esses tipos não são estáticos nem puros. Dependendo do ciclo do negócio, você pode se identificar com um ou com mais de um tipo.

Você curtiu este post sobre tipos de empreendedor? Então deixe um comentário no post e compartilhe com a gente e com nossos demais leitores sua opinião e suas ideias sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.